Meu cinema
O Touro Ferdinando

Média
4,2
510 notas e 37 críticas
32% (12 críticas)
32% (12 críticas)
27% (10 críticas)
3% (1 crítica)
5% (2 críticas)
0% (0 crítica)
Você assistiu O Touro Ferdinando ?

37 críticas do leitor

Ricardo F.
Ricardo F.

Segui-los 2 seguidores Ler as 2 críticas deles

5,0
Enviada em 30/01/18
Animação, gênero para crianças??? Não mesmo, há muito tempo isso deixou de ser verdade. Apesar de ser prioritariamente um filme para crianças, a nova animação do Carlos Saldanha (brasileiro responsável pelos sucessos que foram as franquias “A era do gelo” e “Rio”), “O touro Ferdinando”, contém várias e várias criticas sociais implícitas, das quais somente os adultos entenderão de forma plena. Apesar de ser uma adaptação de um livro de 1936, o contexto da animação é muito atual. Ambientado na Espanha atual, a história começa com um bezerro chamado Ferdinando, que desde jovem cresce em uma fazenda de criação de touros para as tenebrosas touradas. Porém desde jovem Ferdinando já mostra que não é como os outros bezerros, não tem o ímpeto para a briga e que é característico de seus companheiros. Quando seu pai é escolhido para a uma tourada e não retorna mais, Ferdinando resolve fugir. Acaba em uma fazenda de cultivo de flores, onde é acolhido por uma garotinha e seu pai. Vivendo em um paraíso recheado de muito amor, Ferdinando cresce e vira um enorme touro, mas ainda com aquele coração mole. Porém o cruel destino faz com que Ferdinando retorna à fazenda de onde fugiu. Reencontrando os antigos companheiros e conhecendo novos e excêntricos animais (em especial a cabra Lupe), o bondoso Ferdinando novamente é candidato a participar de uma infame tourada. Começa então uma verdadeira batalha interna em Ferdinando, que mantém sua postura pacifista, tentando convencer seus novos e velhos companheiros de que ser o “escolhido” não é o verdadeiro caminho para a glória. A mudança de rumo de todos começa quando Ferdinando descobre a terrível verdade que se esconde por trás do glamour de participar de uma tourada, e a revela para seus companheiros. Cheios de momentos engraçados e personagens bastante peculiares, a animação mantém desde o início a bandeira da paz, da não violência, da opção pela gentileza. Ainda que seja ambientada em uma Espanha moderna, percebe-se claramente que o filme é extremamente crítico em relação ao cruel (e milenar) costume ibérico de se matar touros em uma arena. Mesmo se pensarmos que em 1936 o livro tenha causado um verdadeiro alvoroço na época (por conter ideias revolucionarias e que eram contrárias ao costume popular de se sacrificar animais nas arenas espanholas), o impacto em uma Espanha de hoje é menor. Mas as touradas continuam sendo umas das tradições mais abomináveis e persistentes, mesmo em um país que se considera moderno (?????). Com esse pano de fundo bastante terrível, “O touro Ferdinando” é uma animação belíssima, indicada para crianças e adultos. A principal lição que o filme deixa é de que o melhor caminho a se seguir na vida é o caminho do pacifismo, mesmo em um mundo cheios de Trumps e Kim Jong-unS, que ainda acreditam no uso da força para resolver os problemas. Se um touro enorme como Ferdinando (uma verdadeira fera) mostrou que podia sim ser uma criatura pura de coração, um ser de bondade, porque nós não pudemos ser assim também??? Podemos sim ser como ele, bondosos, amorosos, e gentis acima de tudo. Nosso mundo doente precisa de pessoas que sejam verdadeiros avatares do touro Ferdinando. E eu, particularmente, já conheço alguns desses avatares e me esforço pra se igualar a um deles algum dia. Gentileza, acima de tudo.
Marilia H.
Marilia H.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 30/01/18
O filme é muito divertido !!! Muitas cenas em que você ri muito !!! A história é muito bonita, lembrando que é um filme para crianças ! Das animações que assisti nos últimos anos ele esta entre as melhores.
bruno B.
bruno B.

Segui-los Ler as 12 críticas deles

4,5
Enviada em 24/01/18
filme muito bom, realmente gostei, achei um pouco longo porém não foi cansativo ou massante, nos prendeu do início ao fim, realmente nos prendemos e se envolvemos com o filme. A única coisa que não gostei foi dos cavalos que eram bem irritantes, mas nada que estragasse o filme ou a diversão. Por fim é um filme bom com uma boa mensagem para todos, fale a pena assistir, bom pra você e para toda família.
Jorge P.
Jorge P.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 31/01/18
Filme muito lindo e educativo. Não sei porque tanto mimimi nos comentários, tem que assistir até o final, gente chata
Ralph R.
Ralph R.

Segui-los Ler a crítica deles

1,0
Enviada em 08/02/18
Fui assistir esse filme com a minha filha, que tem 5 anos. O filme conta a história de um touro que vive em uma casa que cria esse tipo de animal para lutar (morrer) nas arenas de touradas. Fica claro que a intenção do roteirista é criticar as touradas e a forma cruel como os animais são tratados. Eu sou a favor da liberdade de expressão. Também acho as touradas inapropriadas e discordo da forma como tratam esses animais. No entanto, o filme é comercializado de forma equivocada. Não é um filme que deve ser visto por crianças pequenas. Uma criança de 4, 5, 6 anos de idade entende a linguagem do filme que mostra claramente que os animais são massacrados, que isso é cruel e que há grande chance de isso acontecer com o protagonista e seus amigos. Dois exemplos são as cenas em que o touro vê os chifres de outros touros que foram mortos na arena e conclui que o animal jamais vence a batalha contra o toureiro. Outra cena é a do toureiro ameaçando o protagonista com uma espada afiada. As crianças vêem isso e sabem exatamente o que pode acontecer. No cinema em que eu estava, haviam muitas crianças. A minha filha, que já foi ao cinema várias vezes, assistiu filmes da Disney e outros sempre com tranquilidade, me abraçou em uma dessas cenas, disse que estava com medo e pediu para sair do cinema. Outras crianças em volta estavam chorando, uma delas chorava de pavor, de forma incontrolável por um longo tempo. A sensação que tive, mais de uma vez durante o filme, é o de que as crianças estavam vendo um filme de terror. Portanto, eu afirmo, querem fazer crítica as touradas, mostrar o sofrimento dos animais? Muito bem, façam. Mas ajustem a classificação indicativa do filme. Esse filme é, com toda certeza, para ser visto por crianças com pelo menos 10 anos de idade. Lamentável a classificação indicativa ter sido colocada como Livre. Se você é pai ou mãe de uma criança com menos de 10 anos de idade não o leve para ver esse filme.
Amanda S.
Amanda S.

Segui-los Ler a crítica deles

4,0
Enviada em 31/01/18
É difícil fazer um filme exclusivamente para as crianças. Eu, por exemplo, tenho uma menina de 6 e um menino de 13; filme muito bobinho não me tiraria de casa pra ir ao cinema. O filme agradou a todos. As touradas são violentas sim, são uma realidade, não vivemos no mundo da fantasia. Achei interessante como passaram isso para os pequenos. A valorização da amizade, diversão e paz foi o que marcou e o que devemos reforçar para nossos filhos sempre.
Daniel W.
Daniel W.

Segui-los 4 seguidores Ler as 77 críticas deles

5,0
Enviada em 27/01/18
execelente filme ,um filme que dever se inspiração na nossa vida através das altitudes do personagem.
Esther P.
Esther P.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 17/01/18
Emocionante, cativante, extraordinário. Muito envolvente, as crianças e adultos não conseguem tirar os olhos da tela! É um filme que te ensina muita coisa, além de te deixar com o coração na mão ❤️❤️❤️ Sou adolescente, daqueles que só vai ao cinema ver filmes de Heróis, porém, por conta da minha irmã pequena fui obrigada a ver, e não me arrependo!
Angela T.
Angela T.

Segui-los 1 seguidor Ler as 26 críticas deles

5,0
Enviada em 17/01/18
Achei o desenho maravilhoso cheio de novas ideias nada comparado a outros desenhos. Também gostei da questão das flores e natureza muito bom!!!
Sabrina L.
Sabrina L.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 17/01/18
o filme tem ótimo conteúdo , e fofo mantém a inocência , é uma história linda , amei poder ver novamente o touro Ferdinando
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do cinema
Back to Top