Meu cinema
Um Sonho Possível

Média
4,6
1790 notas e 73 críticas
29% (21 críticas)
25% (18 críticas)
12% (9 críticas)
29% (21 críticas)
4% (3 críticas)
1% (1 crítica)
Você assistiu Um Sonho Possível ?

73 críticas do leitor

FOCA
FOCA

Segui-los 7 seguidores Ler as 68 críticas deles

3,5
Enviada em 26/02/14
O filme é emocionante, mas leve demais. Apesar de estar descrito no filme como o caminho para Michael chegar onde chegou foi muito difícil, o filme não consegue passar essa impressão. Mesmo assim a história é linda e mostra que Big mesmo é o coração da Leigh Anne Touhy, que acolhe Michael. Gostei muito da atuação de Bullock, mas não tanto para um oscar, Quinton Aaron também vai muito bem. O filme ainda traz uma critica social levada para o caráter de cada um; há ricos brancos ruins e há bons assim como há pobres negros ruim e há bons. Vale a pena ver. ;D
Júnior S.
Júnior S.

Segui-los 36 seguidores Ler as 268 críticas deles

2,0
Enviada em 12/07/16
Um Sonho Possível é aquele filme feito para agradar o público médio, os acionistas dos grandes estúdios, e os jurados do OSCAR. Por se tratar de um dramalhão previsível(onde você sabe que tudo vai acabar bem, independente dos problemas dos personagens), por trazer a velha fórmula dos filmes de esporte, onde a superação é o objetivo principal, e por ter todos os pré-requisitos básicos(mercadológicos e narrativos) para ser bem sucedido nas grandes premiações. O loby dos produtores é a única explicação possível para a vitória de Sandra Bullock como Melhor Atriz Principal, uma atuação patética. O resto do elenco é todo muito fraco, personagens estereotipados e subdesenvolvidos. É tudo esquemático, oco, sem substância. É claro que o filme não se resume a uma sucessão de erros, justamente por ser esquemático e previsível, o filme bebe da fonte dos mais variados longas de esporte, investe no drama do personagem central e cria bons momentos dramáticos, e o carisma do ator ajuda bastante. Os momentos de humor também garantem algumas boas risadas...Enfim, Um Sonho Possível têm lá seus momentos, mas nada que o salve do fracasso. Não valeu o ingresso do público e não vale uma tarde de domingo ou uma noite de sábado. Fraco.
Regiane B.
Regiane B.

Segui-los 11 seguidores Ler as 182 críticas deles

5,0
Enviada em 11/06/14
Bom dia à todos(as) do cinema. Esse filme mexeu demais com o meu coração, é muito bonito. Michael Oher (Quinton Aaron), teve uma péssima infância, sofreu muito, porquê sua mãe era viciada em drogas, e apesar dele ter passado por algumas famílias, nunca se encaixou em nenhuma. Quando ele já era adolescente, e após aquela infância triste, é claro que Michael não tinha muita esperança, mas ele era um garoto que tinha uma bondade espetacular, pelo o tamanho que ele tinha derrubaria qualquer um, mas ele era um anjo. Essa história é verídica, então, aos 17 anos o Big Mike como eu disse era um anjo, não fazia mal a ninguém e sempre protegia os que lhe tratavam bem. Pelo seu tamanho e sua força ele até foi aceito em um bom colégio, mas precisava ter notas melhores para ser aceito no time de futebol. Em pouco tempo ele fez amizade com o pequeno SJ, e uma noite toda a família de SJ estava num carro indo para casa e fazia muito frio, então Michael estava indo para o campo da escola para sair um pouco daquele frio. Foi quando Leigh Anne (Sandra Bullock), mãe do SJ, pede para seu marido parar o carro e acaba convidando esse estranho rapaz de 17 anos, porquê ela nunca o tinha visto para dormir em sua casa. Ele aceitou. Mas logo tudo virou uma família, porquê eles eram milionários, mas também tinham bom coração, assim como Michael. Mesmo Leigh Anne (Bullock) sofrendo pressão de suas amigas e familiares, porquê o rapaz era negro, grande e eles eram uma família branca, um preconceito imbecil na minha opinião, com o apoio do seu marido Sean, do seu filho SJ e de sua jovem filha Collins...Leigh Anne não viu nenhum problema para considera-lo um filho também. Só que agora Michael tem um excelente lar e uma excelente família que o apoiou ele se esforça nos estudos e entra no time de futebol da escola. Mas logo grandes times o querem e ele vai ganhando cada vez mais carinho e atenção de todos, mas como sempre surge uma dúvida em sua cabeça, por quê aquela família o acolheu realmente? Mas ele conversa com sua mãe: Leigh Anne (Sandra Bullock). Esse filme foi baseado em uma história real como eu coloquei no início, e Sandra Bullock ganhou o Oscar de melhor atriz. Então, se você ainda não assistiu Um Sonho Possível, veja, porquê mostra muitas verdades e preconceitos que eu não entendo, mas por outro lado, mostra como ainda existem pessoas sem preconceito algum, espero que você goste. Abraços
Vinih9
Vinih9

Segui-los Ler as 6 críticas deles

2,5
Enviada em 02/07/10
Um extraordinário filme! Sandra Bullock arrasou em mais um... 'Um Sonho Possível' mostra as qualidades e dificuldades da vida, aprendemos a valorizar a vida assistindo este maravilhoso filme! Vale a pena conferir!
carmen costa
carmen costa

Segui-los Ler a crítica deles

0,5
Enviada em 15/08/10

Realmente todos os filmes com Sandra Bullock são regados a risos fáceis, sem profundidade, como a grande maioria dos filmes americanóides. Mas este conseguiu ser o pior deles, misturando a família puritana perfeita, a reverência e perplexidade por aquele futebol ridículo e a exclusão racial forçada. Admira-me que mesmo após tantos anos de carreira este seja um dos piores estrelados pela bela Bullock. A atuação baseada em uma personagem caricata não é digna da estatueta recebida. Posso afirmar com autoridade: filme totalmente dispensável. 

Rafael R.
Rafael R.

Segui-los 5 seguidores Ler as 35 críticas deles

4,0
Enviada em 22/04/14
Primeiramente acho que seria legal, relatar aqui pra vocês, como foi que descobri esse filme. Numa ida pra uma simples atividade física, parei numa loja para comprar um filme, que faz tempo que desejava assistir. O filme se chama A ESPERA DE UM MILAGRE. Não encontrando o bendito filme, uma moça disse que eu tenho bom gosto por filmes, e pegou um DVD e colocou em minhas mãos falando que ela foi adotada e o filme retrataria muito a vida dela. Chegando em casa, ainda demorei muito pra assistir esse filme. Assistir filme em casa, para mim, é um terror. Mas consegui e vou tentar criar mais tempo para isso. Francamente, ainda estou na dúvida se escolho esse filme como um dos meus melhores filmes, ou se, escolho-o meramente, como um filme BOM e somente BOM, e tão unicamente BOM. Primeiramente, QUE OLHAR ERA ESSE DA SANDRA BULLOCK gente ? A Sandra olhava COMO SE FOSSE O PRÓPRIO FILHO DELA. Cada olhar que ela tinha para com o garoto, fazia com que você continuasse vendo o filme. Era algo meio “hipnotizante”, sabe? Sandra pega o garoto, no meio da rua, aparentemente depressivo, e começa a “caminhar” os passos que ele não conseguia dar, só que, os passos, eram COM ELE. Abrindo aqui uma observação: “QUE CABELOS LINDOS A SANDRA ESTAVA NO FILME HEM?” Lindo mesmo, na verdade, a Sandra tava uma gata. Aproveito aqui, pois sei que ela frequenta as comunidades e as redes sociais de cinema, e gostaria de mandar um recadinho aqui pra ela: “-Sandra, beijo, me liga. Perdi seu cel”. Continuando aqui. Que olhar gente, que olhar da Sandra...Mas já falei isso né? FODA-SE, vou falar e continuar falando mais, A SANDRA SE ENTREGOU MUITO NO FILME. E o olhar, gente? Bem, esse filme teve a premiação de MELHOR ATRIZ tanto no GLOBO DE OURO como no OSCAR 2010. O olhar? Foi o olhar dela que deu o título? Exagero de sua parte leitor querido. FOI A BUNDA DELA MESMO. Tava GOSTOSA VIU? Ou melhor, tava lindinha, gostosa, não. A aparência depressiva do garoto era bem marcante, sabe. O momento em que ele foi buscar suas roupas e viu um recado, foi algo muito marcante, tanto pra nós que estamos assistindo, como pro PRÓPRIO personagem do filme. E o olhar de Sandra gente? E o olhar? Alguém aí, se a Sandra desse chance, PEGARIA A SANDRA? Eu tenho o cel dela ainda...ces querem? O filme retrata uma família TOTALMENTE DESTRUIDA. Irmãos separados, mãe que nem sabe direito o sobrenome do filho, além de ser drogada. E o olhar de Sandra? Mas me vem uma pergunta: Por qual motivo, o diretor ou criador da história, teve a idéia de fazer uma pessoa rica, cuidar de um pobre? Eu tava me perguntando isso o tempo todo e num diálogo do filme, Sandra fala para seu marido, QUE NEM ELA SABE. Ou seja, ME FUDI ! Chupa Rafa ! O filme é legal. Não é o melhor filme do mundo, tem seus erros, tem seus problemas, seus defeitos, mas é legal... O começo é bom, no meio fica chato, o meio fica MUUUITO CHATO, o meio fica chato PRACARAAAAAALHO$#@, mas depois, O OLHAR DA SANDRA VOLTA e tudo fica melhor no filme até o final. Fica aqui só um ponto negativo do filme: Pow, a Sandra disse que iria CORTAR O PINTO DO MOLEQUE? CACETE, o cara vai TREPÁ como?
Jhonathan C.
Jhonathan C.

Segui-los 29 seguidores Ler as 414 críticas deles

2,0
Enviada em 21/05/13
O filme se desenvolve muito bem. O elenco é ótimo, destacando Sandra Bullock e Quinton Aaron. Mas as cenas que estão no desenvolvimento deste filme é, digamos, muito certinho. Cenas como o fácil desenrolar das crianças com o Michael Oher foram um pouco tanto surreais. Mas o filme agrada. A história é interessante e emocionante ao mesmo tempo. Vale a pena conferir.
Laila C.
Laila C.

Segui-los 6 seguidores Ler as 45 críticas deles

3,0
Enviada em 24/01/15
Repleto de cliches e sendo moralista demais e ainda por cima muito superestimado nao e um filme tao emocionante assim e nao tem nada de mais nao sei o que as pessoas veem de tao diferente nesse longa mais vale destacar a sandra bullock mesmo achando que sua atuaçao nao mereça o oscar ela brilha no filme, pra quem gosta de um bom drama nao assista porque concerteza existem melhores,pra quem gosta de filmes de superaçao e uma boa pedida, nao e o melhor filme biografico mais interessante ( the social network e bem melhor ) mas ate que e legalzinho. So dou tres estrelas por ser um filme biografico pois se nao fosse receberia menos. Nota:6/10
Carlos Henrique S.
Carlos Henrique S.

Segui-los 1 seguidor Ler as 190 críticas deles

4,0
Enviada em 10/01/19
Baseado no livro The Blind Side: Evolution of a Game que baseia-se na vida de Michael Oher jogador da NFL,um sonho possível dividiu muito as opiniões mistas e controversas,mas particularmente gostei do filme um drama que pode parecer surrealista mas as vezes realista de superação de um jovem.O longa é dirigido e escrito por John Lee Hancock que tem um bom trabalho a frente do longa que acima de tudo tem um roteiro eficiente e conta com boas atuações.No elenco temos Quinton Aaron muito bem no papel e o mais curioso é que ele trabalhava como segurança na época de testes para o papel,ele cabe muito bem e logo nos primeiros minutos demonstra a calamidade que vive e um jeito simpático e assustado que faz você torcer por ele logo do começo,Sandra Bullock está muito bem e não deixa a desejar e aqui ela ganhou o Oscar de melhor atriz pela atuação.O roteiro começa muito bem apresentando os personagens e desenvolvendo todos de forma eficiente,mas o maior problema é quando ele perde a linha em alguns momentos e o deixa muito inconstante principalmente da metade do segundo ato.Um sonho possível não é um filme de extrema reflexão mas sabe te deixar triste em alguns momentos e lhe passar um sentimento de vitória que ajuda na narrativa e termina como uma espécie de homenagem a Michael Oher.
Fabrício Madureira
Fabrício Madureira

Segui-los Ler as 53 críticas deles

3,5
Enviada em 05/03/18
É bacana ver um filme baseado em fatos reais, mostrando a bondade humana e como uma boa ação pode mudar uma vida. História divertida, legal de assistir.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do cinema
Back to Top